​Basquete de Arujá surpreende nos Jogos Abertos da Juventude

0
116

Formado por 14 atletas do Programa Municipal de Esportes (Promesp), o time sub-19 de basquete de Arujá construiu uma campanha surpreendente nos Jogos Abertos da Juventude deste ano, chegando às finais estaduais, um fato inédito para a modalidade no município.

Sem muitas expectativas, em razão da pouca experiência dos jogadores, a equipe comandada pela técnica Simone Barros entrou na competição com o intuito de apenas participar e ganhar bagagem diante de adversários com mais tradição no esporte e teoricamente melhores preparados.

Contudo, de jogo em jogo, de fase em fase, o time foi ganhando corpo e confiança conforme os bons resultados iam surgindo. Ao todo foram seis partidas, quatro vitórias e duas derrotas, 425 cestas marcadas e 323 sofridas, uma média de 70,83 pontos por jogo e um saldo positivo de 102.

“Somada às nossas dificuldades que são comuns do esporte, havia a questão da pouca experiência do grupo. Porém, vencemos tudo isso e mais um pouco e chegamos à terceira fase ganhando de grandes rivais. Só tenho o que comemorar e enaltecer meus jogadores”, afirma Simone.

Campanha

O primeiro desafio ocorreu em abril, no Ginásio Municipal de Esportes Antônio Carlos Mendonça, quando os jovens arujaneses estrearam na competição contra Poá, na fase sub-regional, em um jogo único e eliminatório. Fazendo valer o fator casa, o time fez uma boa partida e eliminou o adversário pelo placar de 77 a 66.

Na etapa regional, jogando em seus domínios, venceu o Ribeirão Pires com autoridade ao marcar 78 cestas contra 41. Contra o Osasco, também em casa, outra vitória, dessa vez pelo placar de 93 a 33, encaminhando a classificação que se confirmou no difícil duelo com o Caieiras na última partida da fase, quando venceu por 69 a 59, na casa do adversário.​

Nessas alturas, o time de Simone já tinha superado as expectativas de todos, do secretário municipal de Esportes e Lazer, Vicente Nasser do Prado, o Souzão, dos próprios jogadores, comissão técnica e familiares.

A última etapa do torneio foi disputada na cidade de Presidente Prudente, em junho, diante de Junqueirópolis e Matão, respectivamente. Em ambos os duelos a equipe arujaense foi derrotada, o primeiro por 61 a 52 e o segundo pelo placar de 63 a 56.

Satisfação

Embora o sentimento de derrota seja inevitável, ainda mais pela confiança construída no decorrer da competição, a experiência de ter participado dos Jogos Abertos da Juventude com um bom rendimento é muito significativa para os atletas.

“Apesar da inexperiência da maior parte do time, conseguimos um resultado ótimo. É muito bom chegar onde não esperávamos”, comemora o jogador Gustavo Mattos dos Santos.

Para o secretário adjunto de Esportes, Fábio André de Sousa, mais do que resultados positivos, o objetivo da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer é incentivar a prática esportiva entre crianças e jovens e, na medida do possível, inseri-los em campeonatos oficiais.

“Os atletas precisam de uma motivação superior para prosseguirem treinando e frequentando as atividades do Promesp. Por isso é tão importante investirmos em competições. E o que mais conta para nós são os benefícios que o esporte proporciona aos nossos alunos”, afirma.​

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui