​Cadastro de deficientes visuais continua na Biblioteca

0
6

         A Biblioteca Municipal Alda Martins Soncini segue cadastrando os deficientes visuais de Arujá. O objetivo é criar um banco de dados que dará condições da unidade promover atividades e capacitações inclusivas usando os equipamentos de informática adaptados para pessoas com deficiência.

         De acordo com a bibliotecária Dalva Sabino, além do trabalho de inclusão social, a proposta é fazer com que os deficientes visuais habituem-se a ter na biblioteca um espaço de entretenimento, cultura e pesquisa.

         “Queremos localizá-los para planejar políticas de inclusão, seja por meio do fomento à cultura, à leitura ou outros meios que contribuam para o desenvolvimento pessoal e também profissional”, explica.

         O cadastro pode ser realizado pessoalmente na Rua São Paulo, 100, no Jardim Planalto. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 4653 4042.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui