​Plano Municipal de Saúde é discutido em plenária pública em Arujá

0
44

Conselheiros e profissionais da Secretaria de Saúde de Arujá discutiram a elaboração do Plano Municipal deSaúde relativo ao período 2018-2021 na última semana, em plenária pública realizada na sede da Pasta.

As propostas apresentadas foram: priorizar a distribuição de medicamentos para munícipes de acordo com regulamentação e normativas do Sistema Único de Saúde (SUS), implementar Centro de Especialidades Médicas com a contratação de médicos, no mínimo com a reposição dos profissionais demissionários como, por exemplo cardiologista e oftalmologista; contratar ginecologistas para a Atenção Básica e geriatras.

A presidente do Conselho Municipal de Saúde, Marilucia Alencar da Silva Pessoa, explicou que as propostas serão estudadas e plenamente consideradas na elaboração do plano que, depois de concluído, passará por nova avaliação e votação dos conselheiros.

A diretora de Departamento da Secretaria de Saúde, Carmen de Araújo Pellegrino, ressaltou a importância de pensar o plano com base na necessidade de manter o bom funcionamento dos serviços já existentes e no atual orçamento público. “Não há dinheiro novo, temos que procurar manter a rede de serviços funcionando de maneira eficiente”, pontuou.

O evento contou com a presença do novo conselheiro Rodrigo Franco, administrador hospitalar do Instituto Nacional de Pesquisa e Gestão em Saúde (InSaúde), organização social responsável pelo gerenciamento dos Prontos Atendimentos (PAs) do Centro e do Parque Rodrigo Barreto e da Maternidade Municipal.

O conselho Municipal de Saúde é um órgão permanente e deliberativo com representantes do governo, dos prestadores de serviços, profissionais de saúde e usuários, que atuam na formulação de estratégias e no controle de execução da política de saúde, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui