Artigo/Sustentabilidade por Júlia Araújo: Empresas Exemplares

156 0

Já tratamos aqui na coluna, sobre vários temas, entre eles, sobre empresas que tomaram atitude de produzir de forma sustentável e em sincronia com o meio ambiente. Mas em nossa região? Você se preocupa se aquela empresa conhecida se importa com os impactos que ela causa no meio ambiente?

Hoje, com a internet principalmente, temos a disponibilidade de, consumindo um produto, verificar quais processos ele sofre até chegar à nossa casa, pelo menos na maioria das vezes. Já tratamos aqui sobre algumas empresas muito famosas em nosso cotidiano, mas hoje vamos olhar ao nosso redor e perceber que existem empresas sustentáveis mais perto do que você imagina.

Vejamos aqui alguns exemplos:

HSBC procura “líderes ambientais” entre os funcionários: O banco HSBC, antes de ser adquirido pelo Bradesco, criou, há três anos, um programa para incentivar seus funcionários a disseminar práticas sustentáveis. Batizado de “Climate Partnership”, ele treina colaboradores do banco interessados no tema e os estimula a ensinar a colegas de trabalho e a membros de sua comunidade aquilo que aprendeu. Para o banco, o treinamento de funcionários pode significar negócios no futuro. O programa já formou vários líderes ambientais no Brasil. A proposta é formar muitos outros. Também foram investidos milhões de reais em ações de conservação da Mata Atlântica.

Itaú promove concurso
de práticas sustentáveis:

O Itaú Unibanco incorporou a preocupação com o meio ambiente no dia-a-dia da organização e, principalmente, no cotidiano dos funcionários. Há dois anos, o banco criou um concurso de idéias sobre práticas sustentáveis. As melhores propostas, escolhidas com a ajuda dos próprios empregados, são premiadas. Além de estimular a criação coletiva de iniciativas verdes, o banco também mantém um programa interno de coleta de lixo eletroeletrônico. Foram recicladas várias toneladas de aparelhos descartados em toda a empresa.

O Boticário:

‘As pessoas estão, cada vez mais, buscando formas alternativas de contribuir para um mundo mais sustentável, que não agrida a natureza. E com a gente não poderia ser diferente: O Boticário criou o Programa de Reciclagem de Embalagens, que tem como objetivo dar um destino adequado para as embalagens vazias.

Mas por que isso é importante? Em primeiro lugar, porque reduz o impacto ambiental causado pelo descarte inadequado dessas embalagens (quando descartadas em lixões ou aterros sanitários, demoram muitos anos para se decomporem no meio ambiente). E em segundo, porque garante benefícios para toda a sociedade – em especial, a geração de renda que a venda destes materiais possibilita para as cooperativas de catadores parceiras do Grupo Boticário.

Para participar é muito fácil: basta descartar as embalagens dos produtos do Grupo Boticário nos pontos de coleta que estão nas lojas físicas. São mais de 3.900 em todo o Brasil! Lá, elas são recolhidas e doadas para as 22 cooperativas de reciclagem parceiras, formando uma cadeia cada vez mais responsável.

Além dessas empresas, temos ainda o novo Itaquá Garden Shopping, que foi construído com um pensamento absolutamente sustentável, este que será inaugurado no dia 25 de abril deste ano vem trazer para nossa região um dos maiores exemplos de trabalho organizado neste sentido .
Creio que se acompanhássemos essas políticas de produção e distribuição e exigíssemos mais que essas empresas, que produzem e distribuem aquilo que nós consumimos, se preocupassem com os impactos que elas causam no meio ambiente, teríamos um futuro melhor e mais sustentável.

In this article

Join the Conversation