Arujá aguarda confirmação sobre segunda possível morte por Febre Amarela

0
163

Um servidor público municipal, residente no bairro do Mirante, pode ser a segunda vítima fatal da Febre Amarela em Arujá. Anderson Nóbrega, lotado na Secretaria de Educação, faleceu sábado no Hospital Emílio Ribas em São Paulo e de acordo com familiares não havia tomado a vacina. O diagnóstico de febre amarela teria sido colocado na declaração de óbito.

A reportagem solicitou confirmação à Secretaria Municipal de Saúde e foi informada  de que a Pasta está no aguardo do exame para saber o real diagnóstico deste caso. As notificações sobre a Febre Amarela são feitas oficialmente ao município pelo setor de Vigilância Epidemiológica do Estado.

Independente do resultado, agentes da Vigilância em Saúde fizeram ações de bloqueio e nebulização no Mirante na sexta-feira e na manhã de ontem. Nesta terça-feira as equipes voltam ao bairro e ao local de trabalho do arujaense morto. A morte dele causou grande comoção, pois era respeitado como pessoa inteiramente dedicada à família e ao trabalho.

A primeira morte por Febre Amarela na cidade ocorreu em janeiro e teve como vítima um morador do Jardim Josely, de 41 anos, que havia tomado a vacina em posto de Itaquá. O motivo pelo qual a vacina não garantiu imunidade à doença está sendo investigado.

As Unidades Básicas de Saúde de Arujá, com exceção da unidade do Jardim Emília, continuam vacinando contra a Febre Amarela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui