Arujá: EMTU se compromete a avaliar pedido de melhorias no transporte coletivo

0
39

Em audiência realizada pelo Condemat na quinta-feira (09/03), em São Paulo, o prefeito José Luiz Monteiro solicitou ao diretor-presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), Joaquim Lopes, melhorias nas linhas intermunicipais de transporte coletivo que circulam em Arujá, além de reformas em pontos de ônibus e uma fiscalização mais eficiente.

Comprometendo-se em avaliar o pedido, que também foi apresentado por outros prefeitos da região, a equipe da EMTU dará um retorno ao Condemat, expondo os detalhes técnicos relacionados às solicitações de melhorias no serviço de transporte coletivo intermunicipal.

“As pessoas que estudam e trabalham em outras cidades precisam de mais conforto, rapidez e segurança. Para isso, é necessário aumentar a frota de ônibus e melhorar a estrutura dos pontos. A EMTU abriu o espaço para apresentarmos nossos pedidos e eu acho esse contato muito positivo para todos nós”, disse o prefeito José Luiz Monteiro após a reunião.

Lopes também anunciou aos prefeitos um novo cronograma para a implantação do Corredor BRT Metropolitano Perimetral Alto Tietê, que prevê o início das obras para 2018 no trecho Arujá/Itaquaquecetuba.

De acordo com a EMTU, o projeto reduzirá em 20 minutos o tempo das viagens intermunicipais, entre as cidades de Arujá, Poá, Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos, pelas quais passará o Corredor. Com um valor estimado em R$ 650 milhões, a iniciativa prevê ainda a construção de dois terminais metropolitanos, um em Arujá e outro em Ferraz, além de readequações em estações de embarque e desembarque e em terminais.

“Esse pedido do Corredor Metropolitano foi apresentado ao Condemat como uma das prioridades do nosso município. Considero que, efetivamente, essa obra vai favorecer muito o desenvolvimento da nossa cidade, principalmente no que diz respeito à mobilidade urbana”, comentou Monteiro.

Outra questão apresentada na reunião foi a realização de audiências públicas para o licenciamento do projeto junto aos municípios. Com início a partir de maio, as audiências têm como objetivo discutir temas que envolvem o meio ambiente, desapropriações, planejamento, entre outros assuntos técnicos relativos à obra.

Participaram da reunião o diretor geral da Prefeitura de Arujá, Joncy Silva, o engenheiro Flávio de Senço, os deputados estaduais André do Prado, Gileno Gomes e Marcos Damásio, além de prefeitos e técnicos de outros municípios do Alto Tietê que compõem o Condemat.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui