Escola Municipal Ambiental de Itaquá em parceria com universidade orienta graduandos na execução de projeto ambiental

0
99

A Secretaria Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação de Itaquaquecetuba (Semecti) por meio da Escola Municipal Ambiental (EMA) ‘Nelson Barreto’ em parceria com a Universidade Universus Veritas (Univeritas/UNG) campus Itaquaquecetuba, realizou neste primeiro semestre encontros com discentes da instituição visando promover ações de teoria e prática como forma de contribuição ao Projeto Jardins e Hortas Urbanas, desenvolvido pelos alunos do 5º semestre do curso de Pedagogia da universidade, através da disciplina de Metodologia do Ensino de Ciências.

Conforme explicou a diretora da EMA, Ivonilda da Silva Duarte Ferreira, a instituição de ensino superior solicitou uma orientação sobre a questão da Educação Ambiental, visando trabalhar o projeto com os alunos em questão. “Deste modo, no primeiro momento, a EMA trouxe alunos do quinto semestre do curso de Pedagogia para conhecerem o projeto e para uma visitação no Parque Mário do Canto. Em torno de 50 estudantes participaram de uma trilha monitorada e conheceram espécies de árvores nativas, etc. Foi feita também uma exposição sobre o projeto da EMA”, contou a diretora.

 Ao grupo foi apresentado ainda os espaços das plantas da espécie suculentas, paisagismos, jardim e horta medicinal. Além disso, o funcionamento da composteira, da cisterna e do minhocário foi mostrado.

Durante a visita um grupo de alunas também colocou a “mão na massa” e começou a desenvolver um projeto no espaço horta medicinal, recebendo instruções da equipe da EMA. O trabalho foi de paisagismo e a ação foi finalizada com a produção de um quadro verde.

Os trabalhos desenvolvidos ao longo dos encontros foram expostos na Feira de Sustentabilidade 2018, no Campus da universidade na última terça-feira (22).

Para a secretária Verônica Cosmo Barbosa, ações parceiras como esta tendem a fortalecer a sociedade sobre a conscientização da questão ambiental: “Destaco ainda que, futuramente na condição de profissionais em sala de aula, estes alunos orientarão tendo como referencial as práticas vivenciadas hoje, daí a importância de um aprendizado por meio de projeto, que como meio facilitador atua de maneira eficaz na formação integral dos estudantes”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui