Fiscais da Prefeitura de Suzano impedem mais um loteamento clandestino

0
116

Ao todo, 35 lotes seriam demarcados em um terreno de 3 mil metros quadrados no Jardim Ikeda, dentro de Área de Proteção de Mananciais (APM)

A Prefeitura de Suzano evitou mais uma vez que o golpe do loteamento clandestino fosse aplicado na cidade, no Jardim Ikeda, bairro do distrito de Palmeiras. Funcionários do Departamento de Fiscalização de Posturas, acompanhados da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal (GCM), interromperam a demarcação de 35 lotes em Área de Proteção de Mananciais (APM) que era feita por pessoas que não tinham a propriedade do imóvel.

Ao todo, 35 lotes seriam delimitados em um terreno particular de cerca de 3 mil metros quadrados. De acordo com informações levantadas com a população local, a mulher que liderava a invasão estava cobrando cerca de R$ 4 mil de interessados em comprar.

Segundo Edson Tavares, diretor do Departamento de Fiscalização de Posturas da Prefeitura de Suzano, algumas pessoas exploram a necessidade de moradia para aplicar golpes vendendo lotes dos quais não são proprietárias. “Aproveitam da boa-fé das pessoas e vendem o que não possuem. Sem documentação, os compradores perdem os recursos investidos. Além disso, no Jardim Ikeda, foram cortadas seis árvores em terreno que está em Área de Proteção de Mananciais, o que é crime”, explicou.

A responsável pela invasão fugiu. A Polícia Militar e a GCM estão procurando por ela, que deverá responder por estelionato e crime ambiental.

As pessoas interessadas na compra de terrenos devem tomar alguns cuidados antes de efetuar o negócio. Primeiro precisam verificar se houve o parcelamento da área (a divisão em lotes) e se não tem restrições ambientais. O Cadastro de Imóveis da Prefeitura de Suzano fica na avenida Paulo Portela, 210. Em seguida, devem ir até o Cartório de Registro de Imóveis para constatar a regularidade do loteamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui