Fora de casa, Mogi das Cruzes/Helbor vence LSB na última rodada da fase regular do NBB

0
74

Pela última rodada da fase classificatória do NBB Caixa (Novo Basquete Brasil), o Mogi das Cruzes/Helbor bateu a Liga Sorocabana por 74 a 69 nesta noite no interior paulista. O duelo foi acirrado e decidido nos minutos finais. Os mogianos venceram três quartos da partida: o primeiro por 19 a 17; o terceiro por 23 a 20 e o último, com melhor desempenho, por 17 a 10. O time de Sorocaba levou a melhor no segundo, com vantagem de sete pontos (22 a 15).

Jogando sem Shamell Stallworth, Tyrone Curnell e Larry Taylor, poupados pelo técnico Guerrinha, e Caio Torres, que se recupera de uma contratura na panturrilha direita, os três jogadores mais experientes em quadra se destacaram no jogo: os alas Jimmy Dreher, cestinha com 19 pontos, oito rebotes e seis assistências, e Guilherme Filipin, com 16, e o ala-pivô Fabricio Russo, com 17 pontos. Também tiveram boas atuações o armador Vithor Lersch, com seis pontos, sete rebotes e cinco assistências, e o ala-pivô Wesley Sena, com nove pontos convertidos.

“A equipe fez uma excelente partida, apesar das dificuldades que nós tivemos. Jogamos com oito jogadores, mas o time revezou bem. Os principais jogadores assumiram o placar: o Fabricio, o Filipin e o Jimmy. Os demais deram apoio no jogo, que foi muito disputado. Soubemos finalizar nos últimos dois minutos e conseguimos a vitória. O mais importante foram os valores. Jogadores que não estavam sendo colocados em uma situação de decisão, de protagonismo. Então, esses dois jogos serviram para a gente agregar valores para os outros jogadores comporem futuramente no playoff com os quatro que estão com bastante ritmo de jogo. Eu acho que essa estratégia foi muito boa para finalizar essa fase da competição”, adverte Guerrinha.

Principal nome da partida nesta noite em Sorocaba, o ala Jimmy Dreher acredita que esses dois últimos jogos foram importantes para dar volume de jogo para os que estavam com pouco e ajustar o grupo para começar bem os playoffs. “Essa fase final de classificação com o time reduzido foi bom para igualar todo mundo fisicamente e dar volume de jogo para o que não têm quando está o time completo. Acho que isso foi bom para ajustar toda a equipe nos detalhes, deixou o meu jogo e o do Vithinho mais soltos. O Fabricio fez dois jogos bons, o Gui [Filipin] entrou bem também. Acredito que quando todos voltarem para o playoff, contra Caxias ou Botafogo, a equipe vai estar redonda. A gente ainda vai ter mais uma semana inteira completa para treinar e agora é o momento mais gostoso do campeonato”, ressalta o camisa 18.

A vitória nesta noite não altera a tabela de classificação. O Mogi das Cruzes/Helbor terminou na quarta posição e enfrentará o vencedor do duelo nas oitavas de final entre Caxias (5º) e Botafogo (12º), que começam a disputa neste sábado (31), às 14h.

O grupo folgará no final de semana e volta aos treinos na segunda-feira (2). A diretoria está avaliando a possibilidade de uma amistoso contra o Franca na próxima sexta-feira (6), no Ginásio Hugo Ramos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui