Ingressos para 1º jogo da final entre Mogi das Cruzes/Helbor e Paulistano serão vendidos nesta quarta

0
52

Os ingressos para o primeiro duelo entre Mogi das Cruzes/Helbor e Paulistano/Corpore na final do NBB Caixa (Novo Basquete Brasil), neste sábado (19), às 14h, no Ginásio Hugo Ramos, começam a ser vendidos a partir das 10h desta quarta-feira no quiosque do clube no Mogi Shopping e pelo site totalplayer.com.br/mogi.

O bilhete tem o preço promocional antecipado arquibancada de R$ 20 (sem direito à meia), cadeira central (R$ 60 – cadeiras da arquibancada amarela que sobrarem dos sócios torcedores) e tribuna (R$ 80). Os setores camarote e cadeira quadra não serão comercializados. A torcida visitante deve comprar diretamente com o Paulistano. Os setores cadeira central e tribuna têm direito à meia entrada para estudante, professor, idoso, deficiente e funcionários das empresas patrocinadoras e da Prefeitura de Mogi das Cruzes. Criança até seis anos não paga, mas o responsável precisa apresentar um documento dela com foto na entrada do ginásio.

Treinos

A equipe realizou mais dois treinos nesta terça-feira no Hugão. Pela manhã, o grupo assistiu vídeos e fez arremessos na quadra. No final da tarde, o técnico Guerrinha comandou o treino técnico/tático já totalmente voltado para o Paulistano. Apenas o ala-pivô Fabricio Russo, com dores no joelho direito, foi poupado das atividades. A novidade foi a volta do ala Shamell Stallworth aos trabalhos.

O treinador espera uma série final dura entre as equipes, assim como tem sido o encontro dos dois times ao longo desta temporada. “É um adversário duro e nós também para eles. Nos 10 jogos da temporada, foram seis vitórias para eles e quatro para nós. Eles nos tiraram da final do Paulista e nós os tiramos da final da Liga das Américas, no primeiro quadrangular. Historicamente, antes de eu chegar aqui, tinham muitos jogos equilibrados e continuou assim depois. Eles vêm com uma equipe mais agressiva nesta temporada, no ataque, na defesa e na rotação, mas a nossa também cresceu muito neste sentido. É equipe de melhor defesa na temporada. Saímos de uma série contra o Flamengo, que era o melhor equipe e ataque da fase regular, e nós conseguimos tirar a eficiência, o ataque e muitas coisas boas e ter o controle emocional. É uma final e mostra o reflexo do campeonato inteiro, que foi disputadíssimo e a tendência é essa”, adverte Guerrinha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui