Itaquá conta agora com a “Geladeira Literária”

0
38

Abrir a geladeira e pegar um livro para ler ou guardar aquele exemplar que você tem em casa e quer deixá-lo disponível para que outras pessoas tenham acesso. Esta ideia diferente está sendo aplicada pela Secretaria de Cultura de Itaquaquecetuba com o nome de “Geladeira Literária”, mas não se preocupe elas não estão ligadas a nenhuma tomada.

Os objetos, que estão sendo instalados em alguns pontos da cidade, estavam fora de uso e foram estilizados para que a população tenha acesso a livros e revistas.

“Nosso objetivo é incentivar a leitura, a pessoa pode pegar um livro na geladeira, ler pelo período que quiser e em seguida guarda para que mais leitores tenham acesso”, comenta o secretário de Cultura Ronaldo Nava.

A ação faz parte de um projeto chamado “Viagem Literária” que visa criar espaços de leitura pela cidade, hoje duas unidades estão disponíveis a população, uma na Secretaria de Cultura e outra no Museu Municipal.

“Queremos ampliar as geladeiras literárias para os bairros, as pessoas também podem trocar os livros, deixar à disposição alguma unidade que tiver em casa e gostaria que outras cidadãos tenham acesso”, disse Nava.

O pontapé inicial desses projetos foi a reabertura da biblioteca municipal com um acervo de mais de 5,5 mil livros. O prefeito Dr. Mamoru Nakashima observou que após assumir a prefeitura, sempre quis instalar a biblioteca em um local apropriado para a população.

“O objetivo era organizar e melhorar, isso foi feito, hoje queremos ampliar, principalmente para que os jovens tenham acesso.”

O acervo conta com títulos variados, como as biografias de Ayrton Senna e Gustavo Kuerten, livros de ficção, literatura, internet e contos, além de DVDs.

O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8 da manhã as 17 horas, na Avenida João Barbosa de Morais, 306, Vila Zeferina e para utilizar a biblioteca, é necessário o preenchimento de uma ficha cadastral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui