Itaquá realiza do seminário Viva com Arte

A Secretaria Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação de Itaquaquecetuba (Semecti) em parceria com os institutos Mpumalanga e EDP, realizou o seminário “Viva com Arte – A importância de trabalhar a arte educação na...

18 0

A Secretaria Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação de Itaquaquecetuba (Semecti) em parceria com os institutos Mpumalanga e EDP, realizou o seminário “Viva com Arte – A importância de trabalhar a arte educação na sala de aula”.

O objetivo do evento foi efetuar reflexões em torno da questão da arte e do universo escolar, tendo o professor como o agente transformador, bem como por meio dos debates desenvolverem maior repertório de conhecimento.

Estiveram presentes a secretária de Educação, profª Mª Verônica Cosmo Barbosa, Vivian Schaefer, coordenadora de produção do Instituto Mpumalanga, André Misse Medeiros, analista de sustentabilidade do Instituto EDP, professores do Instituto Mpumalanga e professores do Sistema Municipal de Ensino que participam da capacitação, além de técnicos da Semecti.

A secretária Verônica Cosmo falou sobre a importância da arte nas escolas.

“A arte constrói e ela desconstrói coisas que a gente traz dentro de nós e digo de nada valeria tudo isso se não modificasse alguma coisa dentro de nós para que a agente de fato possa chegar aos nossos alunos e eles levarem isso para a vida”, disse Verônica.

Já Vivian Schaefer, disse que o município de Itaquaquecetuba desde o primeiro momento abraçou a oferta da parceria de forma tão contundente que da Caravana dos Esportes e Artes, ampliou para a Formação Viva com Arte, e o curso que deveria ocorrer durante o ano de 2016, estendeu-se para o ano de 2017, além de ofertar novas vagas e isso, disse a profissional.

“Foi um fato inédito para nós que tivemos que reestruturar toda a nossa Formação Viva com Arte e hoje eu percebo que nós aprendemos com os profissionais de Itaquaquecetuba, construímos juntos este segundo módulo de formação continuada”, falou Vivian.

André Misse Medeiros, analista de sustentabilidade do Instituto EDP, disse que se sentia muito alegre em estar representando a EDP Bandeirantes e que o professor “cultiva no seu aluno um pouco de esperança de sabedoria, de conhecimento de troca, é aquele que se dedica todo dia a efetuar troca, de um para com o outro. Professor você tem valor, não desanime, obrigado por vocês terem aberto a porta de vocês, por terem acreditando em nossa proposta. O Instituto EDP acredita em vocês, acreditamos na educação, portanto, eu quero deixar para vocês uma reflexão que faz parte dos doze princípios da EDP, a busca pela excelência, muito obrigado,” concluiu André.

A proposta do evento foi toda organizada pelos próprios alunos integrantes do curso, com direcionamento dos professores do Instituto Mpumalanga, inclusive na escolha dos temas e perfil dos convidados.


Participe da conversa