“Mediação e Arbitragem” e “Direito do Idoso e as Medidas Protetivas” são abordados no curso Promotoras Legais em Suzano-SP

Capacitação tem a premissa de orientar as suzanenses sobre cidadania e conceitos de igualdade de gênero e respeito, ao passo em que enaltece os valores humano, social, político e econômico do público feminino; advogados Luiz...

81 0

Capacitação tem a premissa de orientar as suzanenses sobre cidadania e conceitos de igualdade de gênero e respeito, ao passo em que enaltece os valores humano, social, político e econômico do público feminino; advogados Luiz Eduardo da Silva e Adriana Zorub foram os palestrantes desta semana

O Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe) de Suzano-SP, por meio do curso Promotoras Legais Populares, ofereceu na noite de ontem (15 de agosto) palestras sobre “Mediação e Arbitragem” e “Direito do Idoso e as Medidas Protetivas”. A capacitação, que tem como madrinha a presidente do Fundo Social de Solidariedade e dirigente do Saspe, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, tem a premissa de orientar as suzanenses sobre cidadania e conceitos de igualdade de gênero e respeito, ao passo em que enaltece os valores humano, social, político e econômico do público feminino.

O encontro desta semana foi dividido em dois momentos. Num primeiro momento, o advogado Luiz Eduardo da Silva palestrou sobre “Mediação e Arbitragem” (possibilidade de resolver casos sem demandá-los ao Judiciário):

“Foi uma palestra muito produtiva. Durante a exposição, falei sobre alguns conceitos básicos no que reside à mediação amigável, ilustrando alguns casos que podem ser resolvidos por meio de tratamento especial. Gostei muito da participação das mulheres que frequentam o curso Promotoras Legais Populares. Elas se envolvem, questionam e interagem. Foi bacana a ocasião, porque o público presente também teve a oportunidade de sanar muitas dúvidas sobre o assunto, que ainda é pouco difundido”, argumentou o palestrante convidado.

Já no segundo período do curso Promotoras Legais, a advogada Adriana Zorub falou sobre “Direito do Idoso e as Medidas Protetivas”. Na ocasião, a especialista enalteceu o direito global de a mulher idosa acessar serviços básicos, como os oferecidos na Saúde e na Educação, e até de fazer uso de instrumentos legais perante à Justiça, em caso de necessidade:

“Foi um momento fundamental para conversarmos sobre a aplicação das leis e as prioridades que a Constituição Federal impõe para os idosos e para o público feminino. Todas as mulheres têm o direito protegido pela legislação no ingresso de vários serviços públicos. O que fizemos nessa reunião foi fomentar e divulgar essa potência jurídica”, pontuou a operadora do Direito.

Próxima aula

A próxima aula do Promotoras Legais Populares acontece em 22 de agosto e será organizada, também, em dois momentos. O primeiro tempo terá à frente o palestrante e ex-usuário de drogas João Blota, que vai ministrar a temática “Drogas, não vale a pena”. Já no segundo momento da capacitação, que é oferecida de graça desde março deste ano, as alunas serão orientadas sobre “Violência, abuso e traumas”, com direito à exposição de Patrícia Mattos.

O Promotoras Legais é ministrado desde março deste ano, semanalmente, todas as terças-feiras, entre 19 e 21 horas, pela Organização Não Governamentais (ONG) Elas por Elas, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – subseção Suzano. O curso conta com o apoio do Fundo Social de Solidariedade, do Saspe e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego. A capacitação será dada até novembro de 2017.


Participe da conversa