Morte do músico Felipe Arão comove a cidade

Uma despedida comovente, com a participação maciça de jovens marcou, na tarde de ontem, o sepultamento do músico Filipe Arão dos Santos Vieira no Cemitério da Perfect Liberty. Ele, que tinha 25 anos de idade...

239 0

Uma despedida comovente, com a participação maciça de jovens marcou, na tarde de ontem, o sepultamento do músico Filipe Arão dos Santos Vieira no Cemitério da Perfect Liberty. Ele, que tinha 25 anos de idade e era vocalista da Banda cover do CPM 22, foi vítima de infarto durante uma partida de futebol na noite de segunda-feira. Apesar de ter sido socorrido rapidamente, não resistiu.

Centenas de pessoas estiveram externando solidariedade aos pais Ana Maria e Egídio Vieira, bastante abalados por esta fatalidade. “Meu filho tinha duas grandes paixões que eram a música e o futebol. Ele estava no campo com os amigos de sempre quando passou mal. Ele era a alegria personificada para sua família e seus amigos e morreu fazendo aquilo que gostava. Infelizmente para nós que ficamos a dor da separação é imensa”, comentou Ana Maria. Ela contou que ele Filipe era o mais velho de seus três filhos.

Uma equipe de louvor da Igreja Evangélica Batista esteve participando do culto fúnebre e a palavra dada pelo pastor Onésimo foi sobre a esperança da ressurreição.


Participe da conversa