Prefeitura de Itaquá cria a primeira sala de aula para EJA no período diurno

0
43

Objetivo é ampliar a oferta de vagas para a Educação de Jovens e Adultos; Sala de aula fica na Escola Municipal Ambiental, no Parque Ecológico

Com foco na ampliação da oferta de vagas para atender a demanda da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e na busca por erradicar o analfabetismo, a Prefeitura Municipal de Itaquaquecetuba, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação de Itaquaquecetuba (Semecti), coloca à disposição neste ano de 2018, uma sala de aula de Educação de Jovens e Adultos EJA, no período da manhã, na Escola Municipal Ambiental Nelson Barreto (EMA), localizada nas dependências do Parque Ecológico Municipal de Itaquaquecetuba ‘Mário do Canto’.

As aulas começaram no dia 5 de fevereiro do corrente, de acordo com o calendário escolar oficial do sistema municipal de ensino. Conforme explicou a supervisão de ensino da Secretária Municipal de Educação, atualmente o sistema municipal de ensino oferece o curso de Educação de Jovens e Adultos regularmente no período noturno, abrangendo o público acima dos 14 anos que não concluíram seus estudos, ou não tiveram a oportunidade de ingressar no Ensino Fundamental na idade certa.

Esta faixa etária é atendida em 12 escolas no horário das 19h às 22h30, de segunda a sexta-feira em curso semestral, distribuído em 4 termos, equivalentes ao ensino do 1º ao 5º Ano do Ensino Fundamental regular, com oferta de 330 horas,  e oferta de 70 horas em participação de projetos especiais não obrigatórios, divididos em 100 dias letivos.

A pasta de Educação frisou que a proposta de oferta de Educação de Jovens e Adultos no período diurno, viabiliza a conclusão dos estudos aos jovens e adultos não alfabetizados com proposta curricular que atende suas especificidades e demandas pedagógicas com tratamento interdisciplinar pautado em projetos orientados por professores selecionados pela Semecti.

A secretária municipal de Educação Verônica Cosmo Barbosa, falou que a EJA visa atender a falta de oportunidade de escolarização ao público adulto que possui jornada de trabalho intensa bem como a demanda de jovens que não concluíram seus estudos por diversas questões.

“Neste sentido compreendemos a necessidade de oferta de ensino institucionalizado com oportunidades de ingresso, permanência e sucesso escolar garantidos pelo poder público a esta parcela da população no período diurno,” concluiu a titular da pasta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui