Projeto Bombeiro Educador orienta mais de mil alunos de Arujá

0
11

           Com o objetivo de transmitir aos estudantes conhecimentos básicos nas áreas de segurança, emergência, prevenção a incêndios e acidentes domésticos, foi desenvolvido junto aos alunos do 5º ano da educação básica das escolas municipais, nos meses de maio e junho, o projeto “Bombeiro Educador”, iniciativa do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo em parceria com a Secretaria da Educação de Arujá.

         Segundo o tenente-coronel Mello, comandante do 5º grupamento da corporação – que engloba oito municípios, entre eles Arujá -, o objetivo da iniciativa é proporcionar condições para que as crianças desenvolvam senso de responsabilidade social e sejam instrumento de transformação na comunidade, tornando-a um lugar melhor para o convívio, com mais segurança e autossustentabilidade.

         No encerramento desta etapa, que aconteceu na manhã de quinta-feira (28/06), na sede da Secretaria do Meio Ambiente, com a participação do prefeito José Luiz Monteiro e da secretária da Educação, Priscila Sidorco, os diretores e representantes das escolas da rede municipal que participaram do projeto receberam um certificado alusivo ao programa, que alcançou mais de mil estudantes de 19 escolas municipais.

Projeto

         Semanalmente, as unidades receberam  a visita de instrutores. A cabo Suzan, que esteve à frente do projeto com o sargento Kildaire e o capitão Cardaci, que comanda o 1º Subgrupamento de Arujá, destacou que a iniciativa incluiu exercícios práticos e palestras teóricas: noções de primeiros socorros, prevenção a acidentes domésticos, noções de salvamento, cidadania, ética e preservação do meio ambiente.

     “Ao final das atividades, recebemos redações dos alunos e foi muito emocionante visualizarmos os resultados deste trabalho. Os estudantes e as equipes escolares nos receberam muito bem, tiraram muitas dúvidas e tenho certeza que vão levar estes ensinamentos por toda a vida”, afirmou Suzan.

         Já a secretária de Educação, Priscila, destacou que a administração está de portas abertas para parcerias como estas, que só têm a acrescentar no processo de ensino e aprendizagem: “Vamos redobrar os esforços para que este trabalho, encabeçado pelo nosso Núcleo Pedagógico, tenha continuidade e consiga ofertar um ensino da mais alta qualidade para todos”.

Prevenção

         De acordo com o sargento Kildaire, pequenos cuidados podem evitar grandes prejuízos. “Proteger as escadas e as tomadas elétricas são alguns exemplos que devem ser seguidos para prevenir acidentes”, ressaltou.

         Segundo ele, mais de 90% dos acidentes envolvendo quedas, choques, queimaduras e sufocamento com crianças de 0 a 6 anos podem ser evitados. Ele lembra que as crianças menores são curiosas e tudo pode se transformar em brinquedo, como objetos de vidro colorido, tesouras, fósforo, etc.

         Orientação correta quanto aos riscos, adequações no ambiente (como móveis, janelas e pisos escorregadios) e outros pequenos cuidados podem garantir a segurança doméstica. Remédios, produtos de limpeza e tóxicos devem ser guardados em locais altos e, de preferência, fechados.

         Janelas, escadas, portões e piscinas devem ter proteção para evitar o acesso das crianças. Objetos pequenos, cortantes, pontiagudos ou que quebram devem ser colocados fora do alcance dos pequenos. “Assim podemos evitar tragédias dentro de casa”, orienta.

         A fim de informar e também ajudar na prevenção, o Corpo de Bombeiro de São Paulo disponibiliza uma série de cartilhas com diferentes dicas para evitar acidentes dentro de casa. Outras informações estão disponíveis no site www.corpodebombeiros.sp.gov.br/.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui