Secretaria de Saúde oferece atendimento às famílias da Vila Japão e Maria Augusta

0
61

A Prefeitura de Itaquaquecetuba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, tem feito o acompanhamento das famílias que moram em bairros como Vila Japão, Maria Augusta, Vila Sônia e Jardim Fiorello e tiveram as suas casas alagadas por conta das fortes chuvas que têm castigado a região nas últimas semanas. De acordo com a pasta, os moradores que entraram em contato com a água estão sendo orientados e monitorados quanto ao risco de doenças infectocontagiosas como leptospirose e hepatite A.

Na última semana, a Secretaria de Saúde centralizou os atendimentos no Centro de Convivência da Melhor Idade de Itaquaquecetuba (CCMII) com consulta médica, verificação de pressão arterial e glicemia capilar, orientações com representantes do Centro de Controle de Zoonoses, entrega de hipoclorito de sódio e repelentes quando necessário, além da verificação e atualização da caderneta de vacinação quando preciso.

A Defesa Civil é quem tem feito os encaminhamentos para a Saúde – através da distribuição de senhas – e direcionando os atendimentos, uma vez que os agentes estão diariamente nos bairros dando suporte às famílias e acompanhando cada caso.

A Secretaria de Saúde alerta que as pessoas que entraram em contato com a lama ou água da enchente precisam ficar atentas a sintomas como febre, náuseas, dor de cabeça e dor muscular, por conta do risco de contaminação por leptospirose, a doença provocada por uma bactéria encontrada na urina do rato.  Em casos como este o médico deve ser consultado o mais rápido possível.

O mesmo cuidado é reforçado para o risco de hepatite A, doença que pode ser transmitida pelo contato de água e alimentos contaminados, e do contato direto com a pessoa contaminada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui