Aprovados em concurso público começam a trabalhar na Câmara de Suzano

0
200

Dezoito funcionários aprovados em concurso público começaram a trabalhar na Câmara de Suzano nesta segunda-feira (17). Eles foram convocados após a exoneração de outros 19 funcionários comissionados, medida tomada em novembro pelo presidente da Casa de Leis, Leandro Alves de Faria (PR), o Leandrinho, para reduzir a folha de pagamento anual do Legislativo em mais de R$ 942 mil.

Os novos colaboradores do Legislativo suzanense foram classificados no concurso público realizado em 2016. Eles foram chamados para ocupar os cargos de agente de limpeza (3), agente de vigilância e zeladoria (7), auxiliar administrativo (6), porteiro (1) e assistente jurídico (1).

Pela manhã, eles tiveram uma reunião de integração com o Diretoria de Recursos Humanos e os setores em que começaram a atuar.

Medidas

Em novembro, o presidente da Câmara comunicou a exoneração 19 assessores de relações internas – que atualmente estavam lotados nos gabinetes dos vereadores em cargos comissionados – e anunciou a contratação de 18 aprovados no último concurso público do Legislativo. A medida foi tomada para regularizar a situação da Casa de Leis junto ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), que apontou “desproporção entre cargos em comissão e efetivos” e “excesso de assessores legislativos”.

No período de 12 meses, a Câmara gastou R$ 1.656.792,78 com estes 19 funcionários comissionados. Para equilibrar a quantidade de funcionários comissionados (cargos de confiança, que não são efetivos) com a de concursados, Leandrinho autorizou a contratação de 18 aprovados no concurso público.

Outra medida de economia realizada pelo presidente da Casa de Leis foi a de manter somente dois dos 21 carros da frota do Legislativo, para uso administrativo. Dezesseis veículos foram entregues à Prefeitura e três que eram alugados tiveram o contrato rescindido. A redução da frota também atende a apontamento feito pelo TCE-SP.

Leandrinho também entregou em novembro um cheque no valor de R$ 1,1 milhão ao prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PR). A quantia é referente ao total economizado pelo parlamentar nestes dez meses em que está no comando do Legislativo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui