Na última quarta-feira (20/03), a Prefeitura de Santa Isabel realizou mais uma grande ação de conscientização, por meio da Secretaria Municipal de Saúde mediante a atuação da Sociedade Beneficente Caminho de Damasco – SBCD, na EMEI Teiji Kita durante o período da manhã com orientações para professores e pais de alunos sobre a importância da prevenção de doenças.

Enfermeira Gleice Lopes, uma das palestrantes, apresentou sinais, sintomas, diagnóstico, formas de prevenção e possíveis tratamentos para a tuberculose e pediculose (doença causada pelo piolho).

A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria que pode atingir vários órgãos como pulmão, ossos, sistema nervoso e intestinos. Os sintomas podem variar, sendo os mais comuns: tosse com ou sem secreção; cansaço excessivo; falta de ar; febre; falta de apetite; perda de peso; rouquidão; fraqueza e sudorese noturna. A transmissão da doença ocorre de maneira direta. A pessoa infectada ao falar, espirrar ou tossir, expele pequenas gotículas de saliva que podem ser aspiradas por outro indivíduo.

Já pediculose é uma doença parasitária causada por piolhos, sugadores de sangue, que vivem e se reproduzem na superfície da pele e dos pelos. A transmissão se dá através do contato direto. Para a prevenção, é necessário evitar o compartilhamento de roupas, toalhas, acessórios de cabelo e outros objetos de uso pessoal; o contato direto com pacientes infestados, bem como manter principalmente as escovas de cabelo limpas.

O Dentista Dr. João Fernando Cir, abordou doenças e aspectos da saúde bucal da criança; a relevância da ação odontológica nas escolas e a continuação de tratamentos nas Unidades de Saúde mais próxima da família, além de apresentar riscos e prejuízos para os casos de absenteísmos no cuidado continuado.

Na Odontologia Infantil a prática da escovação deve iniciar-se ainda na infância, sendo de extrema importância que os pais se atentem à saúde bucal dos filhos desde cedo. Assim, o procedimento se tornará um hábito saudável evitando futuras complicações.

“Todas as escolas da cidade recebem palestras ministradas pelos nossos profissionais da saúde regularmente. O público-alvo são os professores, pais e alunos. Queremos que aprendam mais sobre as doenças, como ocorre a transmissão e como deve ser a prevenção para que possam se proteger e caso necessário, buscar ajuda médica”, explicou a Secretária Municipal de Saúde, Estela Santana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui