O deputado André do Prado e o prefeito de Poá, Gian Lopes, estiveram com o governador João Doria para pedir ajuda e sua intermediação para que a direção do banco Itaú permaneça com suas atividade no município.

O deputado expôs ao governador os problemas causados com a saída das operações do banco ao município, que terá uma queda de receita na ordem de 40%. “Pedimos ao governador que nos ajude a buscar uma solução para este problema, que se concretizada vai prejudicar a todos os serviços no município”, argumentou.

Para o prefeito Gian Lopes, a intermediação do governador será um reforço importante, uma vez que a cidade será prejudicada. “Vamos lutar até o fim para que o banco mantenha suas atividades em Poá”, completou Gian Lopes.

A transferência para São Paulo acarretará a queda na arrecadação do Imposto Sobre Serviços (ISS), feito através das operações financeiras do banco. A estimativa é que a cidade deixe de receber  R$ 140 milhões de receita.

O governador João Doria se comprometeu em conversar com a direção do banco para buscar uma alternativa a esta questão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui