Depois de mais de dois meses de aulas e atividades reflexivas, 84 alunos do quinto ano da Escola Municipal Cecília Caraça Mineiro Coutinho, no Jardim Leika, concluíram o curso do Grupo Unido na Ação de Resistência às Drogas (Guard), da Guarda Civil de Arujá.

        A cerimônia contou com a presença do prefeito José Luiz Monteiro, que falou para as crianças e os pais delas sobre a importância de valorizarem as coisas boas da vida, o amor, o afeto e a liberdade. “Não adianta esconder as coisas dos filhos e nem ser a repressão que acaba virando revolta e os fazem buscar outro caminho. Tem que conversar, dar carinho, ser rigoroso quando precisa. Criança tem que brincar, estudar, jogar bola ou videogame e saber da realidade. Por isso esse programa é tão importante”, disse o prefeito.

         Durante a aula semanal, os guardas Elisabete, Lourenço e Gardenir trabalharam questões como autoestima, respeito e amor ao próximo, os efeitos do uso das drogas e a importância de aprender a dizer não.

         “Nós plantamos uma semente no coração de cada criança e vamos levar todas nos nossos corações. Aprendemos com elas tanto quanto ensinamos e fico muito feliz de ver que estamos fazendo diferença em suas vidas”, afirmou a inspetora Elisabete.

         Também participaram o secretário de Segurança Pública, Carlos Roberto Vissechi, o subcomandante da Guarda Civil, Uelton de Almeida, o presidente do Conselho Municipal de Segurança, Benedito Maguila, a vice-diretora da unidade escolar, Deisy Dias, a vereadora Ana Poli, professores e dezenas de pais, além da Elite Cívica Municipal.

         “Poucas Guardas no Estado fazem isso que a nossa faz pelos filhos de vocês. A Guarda de Arujá hoje é uma referência e isso se deve ao prefeito”, disse o secretário Vissechi. Ele também destacou a valorização da corporação pelo prefeito com a aquisição de veículos e motocicletas, uniformes, coletes e outros investimentos como a Muralha Eletrônica, a ser implantada no segundo semestre.

         O programa

      Criado para prevenir e combater o uso de drogas na juventude, o Guard também atua em escolas estaduais por meio de palestras realizadas com adolescentes dos ensinos fundamental e médio.

         A EM Cecília Caraça é a terceira unidade municipal de ensino a receber o curso do Guard. Desde o início, no ano passado, 258 crianças passaram pelas aulas. Eufly Gomes, no Centro Residencial, e Padre Geraldo Montibeller, no Mirante, são as outras escolas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui