O Mogi das Cruzes Basquete encerrou a fase de classificação do Campeonato Paulista com uma vitória em cima do Osasco por 94 a 84, na noite desta segunda-feira (9), no Ginásio Hugo Ramos. O grupo se mantém invicto em casa, somando 10 vitórias no total e duas derrotas na competição, na segunda posição na tabela, atrás do Seis/Franca. Classificados para as quartas, os mogianos esperam o adversário que sairá do confronto entre Paulistano/Corpore e Liga Sorocabana nos playoffs de oitavas de final.

O armador Alexey Borges foi o cara do jogo, com um duplo-duplo de 16 pontos e 13 assistências. “A gente não fez uma partida conforme a gente queria. A gente teve muitos altos e baixos, começou bem, depois teve momento ruim. A gente queria uma partida mais consistente e ir crescendo como equipe. Mas a gente também pode tirar coisas boas e a vitória é importante, nos mantendo invictos em casa. Agora é seguir trabalhando duro para o playoff e brigar pelo título.”

Também se destacaram, o ala-pivô Alexandre Paranhos, com 16 pontos e sete rebotes, o ala Danilo Fuzaro, com 14, o ala André Góes, com 13, e o ala-pivô Luís Gruber e o pivô João Pedro, com 10 pontos cada.

Apesar do resultado, o técnico Guerrinha não saiu completamente satisfeito com a atuação do grupo nesta noite, mas avaliou bem o desempenho do time até aqui. “Nós perdemos o foco, o revezamento não foi bom, o rendimento individual também não foi. É até normal tendo em vista que o jogo não valia nada em termos de classificação. Precisamos voltar a chave para o que a gente era para enfrentar Paulistano ou Sorocaba no playoff.” Sobre a temporada, o treinador completou: “Foi muito positivo. Uma equipe nova, com cara nova, que joga intensamente, que surpreendeu todos, tem liga, sem muito revezamento ainda, mas a equipe está de parabéns. Conseguiu um segundo lugar com sobra, com cara boa, com mensagem e com certeza a gente não pode perder esse norte que a gente está. Conseguimos iniciar a temporada muito bem. Nós só temos que melhorar cada um para enfrentar os desafios que teremos pela frente”.

Nos placares parciais, 31 a 17 no primeiro quarto, 25 a 23 no segundo, 17 a 28 no terceiro período e 21 a 16 no último.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui