Ferraz de Vasconcelos encerrou a 16ª edição da “Olimpíada Estudantil – 2019” com a participação de três mil alunos das redes de ensino pública e privada. Mais de duas mil medalhas já foram distribuídas aos atletas e os troféus para as três melhores escolas em cada categoria devem ser entregues em breve. A Secretaria Municipal de Juventude, Esporte, Turismo e Qualidade de Vida avaliou como positiva a adesão das unidades escolares, bem como a participação da comunidade.

Ao todo, 31 escolas participaram das competições. Foram 14 modalidades, entre elas handebol câmbio e o voleibol câmbio, desenvolvidos para atrair crianças menores, com regras mais acessíveis para a idade. Uma das novidades desta edição do campeonato, foi o maior envolvendo dos alunos da educação especial, que contam com algum tipo de deficiência. Ao menos 20 disputaram as medalhas.

Os jogos foram divididos em três categorias, sendo A para alunos de 11 a 14 anos, B para estudantes que tinham de 15 a 18 anos, e C para os pequenos, com 6 a 10 anos de idade.

Levando em consideração cada nível, as três escolas que melhor pontuaram na Olimpíada na categoria A foram a Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) “Doutor Joracy Cruz”, o “Instituto Educacional Luterano” e Escola Estadual (E.E) “IIjima”. Na categoria B, o primeiro, segundo e terceiro lugar ficaram por conta do “Núcleo Educacional Ferrazense” (NEF), E.E “Prefeito Tácito Zanchetta” e E.E “Professora Eliane Aparecida Dantas da Silva”. Por fim, a categoria C teve como vencedores as Emebs “Professor Diocésio de Menezes”, “Antônio Bernardino Corrêa” e “Sara Tineue”.

De acordo com o titular da pasta, Francisco Pereira de Brito, o objetivo do evento, que é carro chefe da Secretaria, foi alcançado com êxito. “O espírito olímpico se fez presente durante todo o campeonato, houve a integração entre os alunos, o incentivo à prática física e ainda a inclusão. Nós da pasta e o prefeito José Carlos Fernandes Chacon, o Zé Biruta, estamos muito felizes e satisfeitos com mais uma olimpíada de sucesso”, disse Brito.

Ainda segundo secretário, a partir de agora ocorre uma avaliação da 16ª edição, que deverá resultar nos acertos e erros, e ainda nas soluções para que no ano que vem o evento seja melhor ainda. “Agora começamos um trabalho de estudos e já iniciamos os preparativos para o ano que vem”, finalizou Francisco de Brito.

TEXTO: Leticia Riente – MTB: 87999 / SP

FOTOS: Aurélio Alves – MTB: 85280 / SP/ DeCom Ferraz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui