Início Saúde Saiba como proteger os ouvidos da otite durante o verão

Saiba como proteger os ouvidos da otite durante o verão

0
412

Entre os sintomas mais comuns estão dores, sensação de ouvido tampado e perda auditiva

Com a aproximação do verão, as temperaturas vão se elevando e, com elas, vêm a vontade de se refrescar em banhos de piscina, de mar ou, até mesmo, nas águas frias do chuveiro.

Embora seja uma ótima opção para refrescar o corpo, o excesso de água fazer mal a saúde. Isso porque, manter o ouvido molhado por muito tempo pode inflamá-lo, causando otite. Essa inflamação, causada por vírus ou bactérias na parte interna do ouvido, é bem comum nessa época do ano, principalmente em crianças e adolescentes.

De acordo com o otorrinolaringologista, Mohamad Saada, além do excesso de água nessa região, mudança de pressão atmosférica, comum quando descemos a serra em direção a praia, ventos fortes e bebidas geladas também contribuem para causar ou piorar a otite.

“A otite pode acometer diferentes partes do ouvido, causando sintomas e incômodos diversos. E, se não for cuidada por se tornar crônica, resultando em dores no ouvido o ano todo”, afirma o médico.

Sintomas

Os sintomas mais comuns da otite são dor e coceira na região, sensação de ouvido tampado, autofonia (escutar a si mesmo), diminuição da audição, falta de apetite, secreção no local e, em fase mais avançada, pode resultar em febre, cansaço, vômitos e agitação.

“Aos primeiros sintomas ou ainda apenas um incômodo na região do ouvido deve-se procurar um otorrino para que seja feito o diagnóstico correto. Não coloque nenhum remédio ou tente limpar o ouvido por conta própria colocando objetos no canal”, alerta o médico.

Prevenção

A boa notícia para quem gosta de aproveitar a praia ou a piscina durante o calor, é que para se prevenir da otite não precisa evitar a água. Mas, é importante proteger o ouvido com um protetor auricular antes de mergulhar, impedindo que entre água, e após o mergulho tirar o excesso de água com a toalha, além de não entrar em água suja.

“Se a pessoa ficar pouco tempo mergulhando, basta secar bem o ouvido, mas quem nada por muito tempo ou tem otite crônica, o protetor auricular é indispensável. Caso a pessoa esteja gripada também é importante limpar bem as secreções, evitando sujeira acumulada na região do ouvido, nariz e garganta, uma vez que elas são interligadas”, finaliza.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui