Segurança: muralha eletrônica será instalada este ano e garantirá
mais 20 pontos de monitoramento

O prefeito Zé Luiz Monteiro e o secretário de segurança pública, Carlos Roberto Vissechi anunciaram em coletiva de imprensa, hoje, um novo recurso para ampliar a segurança : a implantação de uma muralha eletrônica, ou seja, um sistema inteligente de monitoramento, que englobará todas as entradas e saídas de Arujá, com capacidade de ler e registrar em tempo real todas as placas de veículos que entrarem na cidade.
De acordo com o prefeito, devido ao crescimento da população, a segurança tornou-se uma prioridade quase que absoluta. “Nossa gestão vem respondendo a este desafio com a criação da Secretaria de Segurança, que não existia, reestruturando a Guarda Municipal , que hoje está muito bem equipada e realizando um trabalho diferencial, e agora buscando ferramentas eletrônicas para facilitar o trabalho policial”, disse Zé Luiz Monteiro.
O secretário Carlos Roberto Vissechi explicou que o sistema da muralha eletrônica é bem completo. “Ele pode ser acessado através de celular, tablet, ou pela central da Guarda Municipal e garante a criação de um mapa estratégico do crime. Além disso, nosso sistema está integrado ao da Polícia Rodoviária Federal, que monitora a Dutra e é capaz de identificar clones, e também com o sistema da Polícia Estadual, o que amplia nossas condições de monitorar qualquer veículo que entre na cidade para promover furtos e roubos”.
Modernidade
Ainda de acordo com Vissechi, as imagens serão gravadas por microcâmeras de última geração, garantindo alta definição . “As imagens serão monitoradas na nossa central, instalada no prédio da Guarda Municipal pelos nossos agentes. Para agilizar o funcionamento do sistema, com uma resposta rápida à população, a Secretaria de Segurança vai contratar num primeiro momento mais nove guardas municipais, classificados no concurso de 2011 e outros nove num segundo momento”.
O investimento na muralha eletrônica será de R$ 80 mil por mês, incluindo o uso e a manutenção das microcâmeras. “É o valor mais barato entre os municípios da região que trabalham com este tipo de ferramenta”, afirmou Vissechi,lembrando que o resultado em outras cidades tem sido a redução de 60% a 70% das ocorrências de roubo e furto. “Claro que a intenção nossa é reduzir 100%, mas estamos colocando a margem verificada nos outros municípios e vamos lutar para melhorar cada vez mais”, disse
Serão monitoradasa Avenida Mário Covas em suas duas pistas, Rodovia Alberto Hinoto (SP-56), Rua Oscar Schiavon, Rua Duque de Caxias e Avenida PL do Brasil. A Estrada dos Índios, que corta os Condomínios, também será monitorada graças a uma parceria com a Aconda , que adquirirá as microcâmeras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui